Copy
View this email in your browser
Newsletter SUCRE | Panorama do Projeto

Edição No. 15 - maio de 2018

Avanços e próximos passos do Projeto SUCRE

Completando dois anos e meio de trabalhos, o SUCRE chegou na metade dos cinco anos previstos. Os estudos, avaliações e testes ajudaram a identificar os problemas críticos do aproveitamento da palha da cana-de-açúcar para geração de bioeletricidade no setor sucroenergético. Agora, a equipe do Projeto trabalha junto com as usinas parceiras, fabricantes de equipamentos  e universidades para solucionar os gargalos tecnológicos.

Com mais de 70 experimentos agronômicos, indústriais e de transporte da palha, milhares de amostras e análises em 14 usinas da região Centro-Sul do Brasil, o SUCRE já obteve alguns resultados preliminares, o que permite que seja traçado um panorama do Projeto até o momento.
 
Os estudos do Projeto SUCRE são conduzidos, desde junho de 2015, pelo Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), pertencente ao Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). O principal objetivo é elevar a geração de energia elétrica a partir do uso da palha da cana-de-açúcar, que pode ser considerada limpa, por apresentar emissões de gases de efeito estufa tão baixos quanto a fonte solar. Possui também benefícios sociais, situando-se entre as fontes de energia que mais empregam. Além disso, junto ao bagaço, a eletricidade a partir da palha tem o potencial de abastecer 70% do consumo residencial brasileiro, segundo cálculos do SUCRE. 

Projeto, que visa o aproveitamento da palha da cana-de-açúcar para geração de eletricidade, atingiu metade do prazo previsto para sua realização
Leia Mais
Copyright © 2018 | CTBE/CNPEM. Todos os direitos reservados.
Você pode alterar preferências de recebimento ou cancelar inscrição nesta lista

Email Marketing Powered by Mailchimp