Copy
Se não conseguir visualizar corretamente esta newsletter, clique aqui
 
CINTESIS' News
Newsletter oficial do CINTESIS
N.43
Junho
2017
EDITORIAL

A Participação do CINTESIS nos Projetos de IC&DT

CINTESIS contribui para “mais conhecimento, mais inovação, mais competitividade”

Alinhado com o Plano Nacional de Reformas (PNR) 2016-220, e  no âmbito da capacitação das instituições científicas e tecnológicas, foi lançado um Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) para dar prioridade à definição de agendas e programas de Investigação e Inovação (I&I) entre entidades não empresariais, como universidades e politécnicos, e empresas.

Os Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT) de 2017 pretenderam dar prioridade ao reforço das infraestruturas e das capacidades destinadas a desenvolver a excelência em I&I, bem como à promoção de centros de competência. Adicionalmente, o referido aviso pretendeu reforçar o enquadramento político da criação de emprego científico.

O CINTESIS respondeu positivamente a este desafio, tendo apresentado cerca de 35 submissões como proponente num total de 50 candidaturas e num valor aproximado de 7,1M€ solicitado para a unidade.

Relativamente às áreas cientificas principais, as candidaturas do CINTESIS incidiram em “Ciências da Saúde” e “Medicina Clínica”.

Tendo em conta os domínios da Estratégia Nacional de Investigação e Inovação (ENEI), as candidaturas refletiram a prioridade dos investigadores no domínio “Saúde”, como principal área de atuação nas “Doenças (e.g. neurodegenerativas, autoimunes, reumáticas, diabetes, cardiovasculares, cancro, ...)”, seguido do domínio “Tecnologias de Informação e Comunicação” na principal área de atuação “TIC aplicadas à Saúde”. Relativamente aos domínios Estratégia Regional de Investigação e Inovação (EREI), verificou-se que as candidaturas CINTESIS incidiram em “Ciências da Vida e Saúde” e “Investigação, Tecnologias e Serviços de Saúde”.

Os Desafios Societais mais frequentemente selecionados foram “1. Saúde, alterações demográficas e bem-estar” e “6. Europa num Mundo em Mudança - Sociedades Inclusivas, Inovadoras e Ponderadas”.

A data prevista para a comunicação da proposta de decisão, de acordo com o Aviso, será setembro de 2017.

Catarina Neves, PhD – Research Manager
Isabel Costa Pereira – Research Manager
Paula Abrantes – Financial Manager

 

Investigadores premiados em Helsínquia

Um trabalho do CINTESIS recebeu o prémio de melhor póster na sessão "Education of health care professionals & patients", integrada no EAACI Congress 2017, que decorreu entre 17 e 21 de junho, em Helsínquia.O estudo premiado é da autoria dos investigadores do grupo EvidenS Daniel Martinho Dias, Bernardo Sousa Pinto e João Almeida Fonseca.

Ler mais »

CINTESIS acolhe School of MRI

Decorreu entre os dias 15 e 17 de junho, com o apoio do CINTESIS, a "School of MRI", sob a égide da ESMRMB - European Society for Magnetic Resonance in Medicine and Biology. A organização local esteve a cargo António Bastos Leite, investigador desta Unidade de I&D e especialista de renome internacional nesta área.

Ver fotos »

CINTESIS no Research Day

Os investigadores CINTESIS do polo da Universidade de Aveiro (UA) marcaram presença, no passado dia 13 de junho, no Research Day – uma iniciativa da UA que visa traçar uma “panorâmica sobre o que de melhor e mais inovador a UA faz, em termos de investigação”, reunindo num único evento todos os seus laboratórios associados e centros de investigação.

Ler mais »

Enfermagem e Saúde Mental em foco

Corália Vicente e Carlos Sequeira, ambos investigadores do CINTESIS, estiveram lado a lado na cerimónia de abertura do Seminário Internacional de Investigação em Enfermagem de Saúde Mental. O evento realizou-se no ICBAS, um dos polos do CINTESIS, nos passados dias 12 e 13 de junho.

Ler mais »

CINTESIS brilha no Porto Canal

Daniel Pereira, investigador do CINTESIS, foi o convidado do programa "Mentes que Brilham", do Porto Canal, do passado dia 10 de junho. O investigador do CINTESIS  falou sobre a utilização de uma tecnologia comercializada pela ISHealth para melhorar a qualidade do ensino da auscultação cardíaca e pulmonar em Medicina.

Ver entrevista »

90 Segundos de Ciência com o CINTESIS

Acácio Rodrigues, investigador do CINTESIS, esteve em destaque no 90 Segundos de Ciência, programa da Antena1. O professor catedrático falou sobre um novo sistema de diagnóstico que permite, em apenas duas horas, avaliar a suscetibilidade a fármacos e detetar mecanismos de resistência.

Ler mais »
PROFILE // GORETI SALES , G19 - Innovis

Idade: 46 anos
Naturalidade: Matosinhos
Polo: ISEP
Interesses de Investigação: Engenharia química, nanomateriais, biossensores, biomarcadores, diagnóstico e terapêutica, cancro

Goreti Sales é Investigadora Principal do Grupo de Investigação Innovis – Innovative Diagnostic Tools, do CINTESIS, além de fundadora e Coordenadora do BioMark Sensor Research, um polo deste Centro de Investigação no Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP/IPP), dedicando-se à investigação de nanomaterias biométicos e de biossensores inovadores na área da saúde, nomeadamente na deteção de doenças infetocontagiosas e no diagnóstico precoce do cancro.

Nascida no Hospital de Matosinhos em setembro de 1970, Goreti Sales recorda-se com saudade dos tempos em que jogava futebol. “Cheguei a ganhar uma taça de melhor guarda-redes”, ri-se. Embora adorasse matemática, acabou por ingressar na Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, tal como a maior parte das suas colegas da escola. Foi orfeonista (soprano) e membro da direção do Orfeão Universitário do Porto. “Acho que não cantava grande coisa, mas o maestro fez uma triagem e, para meu espanto, fiquei eu, que nunca tinha cantado em lado nenhum”, conta.

Começou a fazer investigação no 5º ano da Faculdade, por influência do Professor Costa Lima, e foi a primeira aluna Erasmus da Faculdade de Farmácia, em 1994. Esteve em Cork, na República da Irlanda, durante três anos e meio. Foi a primeira vez que trabalhou com sensores eletroquímicos, que viriam a ser a sua área de eleição. Fez Doutoramento em Química Analítica, ao mesmo tempo que trabalhava com sensores potenciométricos. “Trabalhei muito, mas porque gostava. A ciência é uma coisa que me está na alma”, confessa.

Em 1998/99, começou a dar aulas no Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), onde é atualmente Professora Adjunta. Em 2011, viria a fundar o Biomark, onde se mantém como Coordenadora. Um ano depois, ganhou uma bolsa no valor de 1 milhão de euros do European Research Council e, com ela, a “liberdade para trilhar novos caminhos”.

A ligação ao CINTESIS surgiu através do investigador Mário Dinis e do seu coordenador do Centro, o Prof. Altamiro da Costa Pereira. Foi em 2014, altura em que o Biomark se integra no CINTESIS. Para a responsável, o facto de o CINTESIS reunir várias valências é “uma mais-valia. Temos todas as áreas, não precisamos de ir buscar nada fora. Se eu precisar de um médico, de um enfermeiro, de alguém que trabalhe em informática ou em software, eu vou encontrar no CINTESIS”.

Atualmente, Goreti Sales está a coordenar ou a participar em diversos projetos nacionais e europeus, como o “CANCER – Advancing Cancer Research: From Basic Knowledge to Application”, o “3Ps – Plastic-Antibodies, Plasmonics and Photovoltaic-Cells: on-site screening of cancer biomarkers made possible” e o “Symbiotic – Innovative autonomous eletrical biossensor synergistically assembled inside a passive direct metanol fuel cell for screening cancer biomarkers”. É autora de mais de 100 publicações indexadas, contabilizando mais de 1000 citações. Cientista de alma e coração, tem o sonho de trabalhar em novas terapias do cancro. Um sonho feliz que pode salvar muitas vidas. 

Objetivo profissional para o próximo ano?
No imediato, tenho de cumprir todos os projetos que tenho em execução, que são muitos. Neste momento, temos quase uma dezena de projetos financiados e precisamos de os executar, cumprindo os indicadores e tornando aquela investigação numa realidade. Isso para mim é ponto de honra. Não basta pôr no papel, é preciso levar à prática.

Ambição para os próximos 10 anos?
A longo prazo, o meu objetivo é aplicar o trabalho que estamos a desenvolver com sensores na terapia no cancro. É esse o caminho. Acredito na ciência pelo sonho. A ciência não surge por acaso, mas porque alguém sonhou que ia lá chegar. Imagino que estes sensores que estão agora na minha mão vão estar um dia nas mãos de um clínico. Os cientistas têm de acreditar que o sonho comanda a obra. Sou muito humilde perante a ciência. Há muitas coisas que eu não sei e, quanto mais caminho, mais percebo o quanto ainda há para aprender. Só assim é possível continuar.

Que vida para além da investigação?
Dedico o meu tempo ao meu filho, de 8 anos. Já tentei fazer voluntariado no IPO. Foi uma experiência muito forte. Não consegui. Quando posso, gosto de ler sobre a relação entre a mente e a saúde. Já fiz danças de salão, latina, tango argentino, já cantei… Agora falta-me a pintura.  Acho que, no futuro, quando estiver perto da reforma, vou pintar. A meditação é outra área que quero explorar.
 
 
OUTRAS NOTÍCIAS
ENCONTRO DE CIÊNCIA:  Decorre de 3 a 5 de julho, no Centro de Congressos de Lisboa, o Encontro Ciência 2017. Este ano, o encontro da comunidade científica e tecnológica em Portugal tem a Índia como país convidado.  As incrições estão abertas. Ler mais »

CONGRESSO: O CINTESIS e a ESEP - Escola Superior de Enfermagem do Porto promovem, através do grupo de investigação NursID, o Congresso Internacional de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem, nos próximos dias 6 e 7 de julho de 2017, nas instalações da ESEP. Ler mais >>

INOVAÇÃO: Estão abertas até ao dia 30 de junho as submissões de projetos no âmbito da Dealmaker Berlin 2017. A iniciativa está associada à Bayer Global. Ler mais >>
Forward
Share
Tweet
Share
Copyright: CINTESIS®   |   Edição Mensal

Edição: António Soares | Redação: Olga Magalhães; Cláudia Azevedo
Infografia e Imagem: Bárbara Mota e Pedro Sacadura

CINTESIS, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
R. Dr. Plácido da Costa, 4200-450, Porto, Portugal;  Tel: 225 513 622

Sugestões para cintesis@cintesis.eu

A equipa editorial do CINTESIS reserva-se o direito de selecionar os conteúdos informativos.

 



© 2017, CINTESIS






This email was sent to <<Email>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Center for Health Technology and Services Research · Rua Dr. Plácido da Costa · Porto 4200-450 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp