Copy
Clínica dentária d'avenida - Newsletter Outubro 2014
View this email in your browser

Halitose: Curiosidades
Newsletter Outubro 2014


Curiosidades relacionadas com Halitose


Estado hipoglicémico
O mau hálito (ou halitose) pode ser provocado pela hipoglicemia devido ao jejum prolongado, stress ou ansiedade excessivos, ou ainda, por exercícios físicos intensos. Normalmente associado ao exercício físico intenso existe ainda a natural desidratação que provoca secura de boca e consequentemente alguma estagnação de saliva. 

 
As substâncias mais odoríferas
O alho e a cebola: Não é mito que o alho e a cebola são alimentos odorantes. No entanto não se compreende, ainda, o verdadeiro mecanismo destes produtos. Na realidade de pouco adianta escovar insistentemente a cavidade oral se os tivermos ingerido na nossa dieta. O que acontece ao alho e à cebola é um processo de transformação destes alimentos através da corrente sanguínea e respiração, que é por isso mesmo, independente da boa higiene oral. Enquanto estão presentes no sangue, vão sendo libertados pela nossa respiração e daí sentirmos o tao característico odor carregado e persistente que pode durar cerca de 48 horas.

  
Os ciclos menstruais
Não se compreendendo ainda o fenómeno implicado nas alterações de hálito durante a menstruação sabe-se, através de estudos até hoje  publicados, que durante o ciclo menstrual existem alterações hormonais que evidenciam alterações no hálito.

                           

A importância da periodontologia no tratamento da halitose:
Das principais causas orais de mau hálito a doença periodontal tem um dos papéis mais relevantes e é um forte aliado do mau odor oral. O sangramento gengival, assim como o tártaro e revestimento da língua são os principais responsáveis pelaprodução de mau odor, tipicamente putrefacto. O controlo regular do estado periodontal é sempre uma garantia da melhoria do estado de hálito e uma garantia do estado de saúde geral.

 
O que é a Disgeusia?
Trata-se de uma condição/transtorno que leva um individuo a julgar que tem mau hálito. Na realidade pode ser tratado e é de igual importância para o bem estar do individuo que seja resolvido . A disgeusia não é mais que uma alteração de paladar, dando uma ideia errada de mau sabor na boca e que consequentemente despoleta um mecanismo defensivo por parte de quem sofre desta condição que julga portanto ter um odor carregado na cavidade oral.



Fonte:
- Obra " O Mundo do Hálito - a descoberto", Prof. Doutor Jonas Nunes; Editora Gradiva
- Projecto de graduação "Halitose - Prevenção e tratamento"; Dr. José Tiago Monteiro Martins               http://bdigital.ufp.pt/bitstream/10284/3714/4/PPG_TiagoMartins.pdf
Dr. Tiago Martins
Consulta do Hálito
Mestrado Integrado Medicina Dentária - Universidade Fernando Pessoa
Pós-Graduado em Halitose - Arthyaga | Halitosis Clinical Protocol - Barcelona 
Facebook
Facebook
Website
Website
Email Gaia
Email Gaia
Email Matosinhos
Email Matosinhos
Copyright © *|2014|* *|Clínica dentária d'avenida |*, All rights reserved.